1 de set de 2008

DJ taba lança Favelativa e anuncia desligamento da Cufa


Assessoria de Imprensa: Keka Werneck (9922-9445)


Com a perspectiva de buscar um caminho mais voltado para a luta social, o DJ Taba, um dos fundadores da Central Única das Favelas (Cufa), em Mato Grosso, informa que está se desligando, formalmente, da Central para articular uma outra organização, a Favelativa, que surge como um instrumento de formação política e cultural.


Após quatro anos de trabalho com a Cufa, no bairro Jardim Vitória, Taba acredita que é o momento para a construção de uma organização que tenha uma direção de da comunidade e para a comunidade.


"Quero deixar claro que minha saída é a escolha de um novo caminho, aprendi muito com a Cufa a ser protagonista, isso é algo que todos nos temos que buscar ser. Estou construindo com as pessoas da comunidade onde moro há 13 anos algo com uma energia diferente ", diz o DJ.


A Favelativa continua trabalhando com a mesma linguagem hip hop movimento do qual DJ Taba é um dos motivadores em Mato Grosso. Mas o principal projeto da Favelativa terá o foco na área da literatura e inclusão digital, porque o hip hop é um meio de envolvimento, mas a literatura amplia as possibilidades de busca pelo conhecimento. "Foi assim comigo e quero trazer isso para o Jardim Vitória. Não adianta achar que nossos jovens da 'perifa' vão ser cantores e músicos e nossos problemas estarão resolvidos. Os problemas sociais da juventude vão muito mais além, é preciso dar acesso à informação e é fundamental a politização dessa juventude".


O projeto "Carrinho do Saber", idealizado por Taba, já apontava para esse novo caminho e que dá vida à Favelativa.


A Favelativa continua tocando no Jardim Vitória em parceria com a Cufa o projeto Consciência Hip Hop que acontece todos os sábados. O projeto alia basquete de rua, grafite, break e DJ. A oficina de basquete de rua é das 9h às 11h. A de grafite, das 9h às 11 h também, assim como a de DJ. A oficina de break é dada à tarde, das 14h às 16h. Todas gratuitas.


O projeto "Carrinho do Saber" também continua ativo e sai às ruas todos os sábados, cheio de livros, de casa em casa, emprestando exemplares para crianças e adolescentes. Um incentivo à leitura. Em breve, começará uma nova fase do projeto que se chamará "A Hora do Conto" e "Conte a sua História", que incentivará a construção de textos, redações, produção literária, da própria comunidade.


Quanto ao disco "O Caminho da Resistência de Chapa e Cruz", que Taba estava produzindo junto com o MC Linha Dura, ele explica que o disco vai sair com um outro formação, no qual Taba continuará parceiro como MC. "Eu já estou produzindo um outro disco, que vem com o título 'Pedagogia de Rua' e vai para rua pelo selo Digoreste, dialeto cuiabano que significa :bom,excelente, mas pretendo buscar mais parceiros para esta empreitada. A pedagogia de rua é um novo conceito algo muito vivo em minha vida. Vou continuar trabalhando como sempre fiz, artista igual pedreiro, literalmente, já que essa também é a minha profissão. Antes de ser militante social, DJ e agora MC, eu trabalhei muito na construção civil para sobreviver e me orgulho disso, minhas origens, meu povo", destaca Taba.


Ele explica que continuará se articulando com a Cufa e o Hip Hop Fora do Eixo, Espaço Cubo e outros coletivos pelo Brasil. "Temos objetivos em comum, os caminhos podem ser diferentes, o que e normal, o que importa é que estamos maduros para conviver com as diferenças".


A sede da Favelativa fica na antiga base da Cufa no bairro Jardim Vitória, periferia de Cuiabá. Telefone: (65) 3641-5122./92534336. Celular: 9253-4336 E-mail para contato favelativatendimento@hotmail.com

Nenhum comentário: