26 de jan de 2008

Grito Rock hoje pela primeira vez em Sinop

Fonte: Fernanda Quevedo e Ronaldo Silva

Hoje, pela primeira vez em Sinop, acontece a edição do Grito Rock, organizado pela Four Word Produções e CUFA Sinop. È o maior festival independente integrado da América do Sul abrindo alas para o rock do nortão.


Na programação shows de 10 bandas independentes como as sinopenses Humanóides e Zetti Reis e Good Trip de Tangará da Serra, além de fórum cultural.


Representantes da cultura local debaterão a descentralização e participação nos segmentos da cultura alternativa do centro oeste. Anderson Maciel, coordenador da CUFA Sinop mediará a ação que acontece integrada ao Circuito Fora do Eixo.


Shows e fórum acontecem na parte externa do Ginásio Benedito Santiago, com entrada gratuita.


Confira a programação completa em http://www.cufamt.org.br/


O que: Grito Rock Festival
Onde: Sinop MT
Local: parte externa do Ginásio Benedito Santiago
Horário: a partir das 14:00h Fórum Cultural e shows as 20:00h

23 de jan de 2008

Cufa de Sinop participa do carnaval Hip Hop Tchapa e Cruz em Cuiabá

A Central Única das Favelas de Sinop, participará nos dias 02,03 e 04 de fevereiro de mais uma edição do MOVIMENTO HIP HOP, que acontece em comemoração ao Carnaval Multicultural em Cuiabá e será no Clube Feminino.

O cardápio do carnaval Hip Hop, está ainda mais incrementado, com atrações variadas.

Além de artistas locais, rappers de Goiás, djs de São Paulo e grafiteiros de Mato Grosso do Sul e Barra do Garças, vão apimentar a cena hip hop local.

Shows de rap, batalhas de rima e break, intervenções de graffiti, seminário e oficinas, dão um sabor diferente a grande festa cultural tchapa e cruz.

Conheça toda a programação do movimento alternativo no Carnaval Multicultural. Clique aqui (http://www.espacocubo.blogger.com/)

Mais informações sobre o MOVIMENTANDO O HIP HOP: (65) 3023-8072.

18 de jan de 2008

GRITO ROCK DE SINOP JÁ TEM LOCAL MARCADO


A etapa do maior Festival Integrado da América Latina, já tem local definido, a Four World Produções anunciou nesta sexta-feira que a área externa do Ginásio de Esportes Benedito Santiago é que receberá em torno de 10 bandas de sinop e toda região para realização do GRITO ROCK SINOP, que se realizará neste próximo dia 26 de janeiro a partir das 20:00 horas.

O evento em Sinop, que vem com os apoios da Prefeitura de Sinop, Rádio Hits Fm, Polícia Militar e da Central Única das Favelas de Sinop - CUFA, é uma das ações integradas do Circuito Fora do Eixo, que vem como um movimento com objetivo da circulação da cultura alternativa e dos produtos derivados da cena independente, além do intercâmbio de festivais realizados nas regiões Norte, Centro-Oeste e em todas as localidades que estão fora do grande eixo. Levando assim a ruína do monopólio da cultura.

Erivelton, coordenador da Four World destaca ainda que no mesmo local, a partir das 14:00 horas, haverá um encontro de diversos segmentos culturais, aberto também a toda comunidade, onde o principal foco das discussões será a participação dos segmentos de culturas alternativas no conselho municipal e na cultura local como um todo, o encontro será mediado por Anderson Maciel, coordenador da CUFA de Sinop.

O que: FESTIVAL GRITO ROCK e FÓRUM DE CULTURA
Quando: Dia 26 de janeiro de 2008
Onde: GINÁSIO BENEDITO SANTIAGO
Quando: Fórum a partir das 14:00hs e FESTIVAL a partir das 20:00hs

15 de jan de 2008

Cufa de Sinop cobra melhorias para Praça União

Neste último domingo (13/01) a Cufa de Sinop, juntamente com moradores dos Bairros: Jequitibás, Violetas, Palmeiras, Imperial e Boa Esperança, realizaram durante entrevista a Rede de Televisão Tv Centro América, filiada a Globo, uma simbólica comemoração ao aniversario de 1 ano, da primeira entrevista gravada com a mesma emissora de televisão, solicitando as melhorias que se fazem necessário na Praça União.

Como de lá pra cá, nada foi feito, a comunidade realizaou uma comemoração que teve direito a bolo e parabéns, tudo isto com sentimento de tristeza pelo abandono publico do recinto, haja visto, que dentro deste 1 ano a CUFA juntamente com a Associação de Moradores do Jequitibás realizaram diversas ações em prol da comunidade local, como: Oficinas Permanentes de elementos do Hip Hop, Encontro de Capoeira, Torneios de Futsal e Futebol 7, Hip Hop na Comunidade, Lançamento da Tocha Olímpica dos Jogos Olímpicos Municipais, além de diversos Multirões de Limpeza.

A emissora de televisão pegou depoimentos de moradores e de representantes da Central Única das Favelas – CUFA, onde todos apresentaram seu repudio quanto a atual situação da Praça que vem perdurando de muito tempo, e apontaram alguns investimentos que o Município realiza, cujo destacam que são importantes mas não são prioritários, como os investimentos de em torno de R$ 80.000,00 (oitenta mil reais), na iluminação de natal, que duraram alguns dias e na praça este investimento realizariam alem de sonhos, proporcionariam oportunidades durante todo o ano a diversos jovens para os mais de 20 bairros circunvizinhos da Praça União.

A matéria foi ao ar, nesta terça-feira, e os representantes dos moradores, juntamente com a CUFA, aguardam um posicionamento da Administração Municipal, quanto a previsão de inicio dos reparos solicitados.

11 de jan de 2008

Hip Hop Fora do Eixo, entenda mais sobre este conceito



Hip Hop Fora do eixo é uma rede de ações concebidas por produtores culturais da região Centro Oeste. Em setembro de 2007, no seminário do Festival Consciência Hip Hop, em Cuiabá - MT, cerca de 130 agitadores culturais discutiram a criação de uma rede onde o Hip Hop sem visibilidade pudesse se conectar.

A proposta dessa rede é promover o estímulo à criação de grupos, produtores, selos, produção de conteúdos e distribuição de produtos para mídia.

Convidamos a todos para agregar força nessa rede, seja você um adepto, produtor, rapper, graffiteiro, dj, breaker. Esse é o momento e o espaço para mudarmos a lógica estabelecida do mercadão, onde o objetivo final é somente o lucro.

Por onde passamos, conquistamos adeptos. Assim legitimamos um movimento jovem, cultural e contemporâneo. Seja um elo dessa corrente! Conecte-se conosco através de seu blog, zine, site, produtora de eventos, selo, casa de show, grupo/crew, orkut e/ou msn.

Sendo assim, juntos podemos criar estratégias para circular em vários espaços toda a nossa movimentação nessa grande rede que é o HIP HOP FORA DO EIXO.

10 de jan de 2008

Ousadia é sinônimo de Ação.

Por Fernanda Quevedo
CUFA Comunicação
.


Hoje, na CUFA estamos fomentando um núcleo de projetos que tem como foco as mulheres das periferias do país. Queremos fazer com que elas se sintam estimuladas a promover ações conosco, organizar o discurso dessas mulheres, no sentido de juntas, criarmos um projeto político democrático.

Não queremos ser só mais uma organização de mulheres que lutam contra a opressão as nós imposta ao longo de todo processo histórico. Queremos participar efetivamente do processo de decisão política, entendendo que tudo é política, desde uma conversa informal de amigas até a postura assumida no local de trabalho, por exemplo.

A conselheira nacional do núcleo, Nega Gizza, que também é umas das coordenadoras da CUFA no Rio de Janeiro, em uma entrevista ao Núcleo de Comunicação da CUFA MT, ressaltou que nós mulheres precisamos nos incentivar, nos ouvir mais, e assim, nos organizarmos, para a real ocupação dos espaços políticos de decisão.

Não somos feministas que lutam pelo machismo ao contrário. Não queremos tirar o poder de decisão das outras pessoas. Queremos e estamos discutindo o fomento de ações para que as mulheres sejam protagonistas de suas próprias histórias.

Um projeto com conceito ousado. È ousadia querer ocupar espaços antes negados para as mulheres, sobre tudo as negras e faveladas. Contudo, é sempre bom lembrar que ousadia não é sinônimo de impossibilidade, e organização para o empoderamento é chave do sucesso.

Faça parte dessa rede. Entre em contato conosco pelos e-mails: mariamariamt@cufamt.org.br e nucleo-mariamaria@hotmail.com


9 de jan de 2008

Sinop sediará dia 26/01 GRITO ROCK Festival



Criado no ano de 2003 em Cuiabá, através do Espaço Cubo, o Grito Rock Festival "A invasão Independente", vem a cada ano ganhando proporção. Neste ano será realizado entre os dias 25 de janeiro a 9 de fevereiro, em mais de 40 cidades, entre delas cidades como: Buenos Aires (Argentina), Montevidéu (Uruguai) e Santa Cruz de La Sierra (Bolívia).


Aproximadamente 6 Bandas locais ja confirmaram a participação no Grito Rock Festival de Sinop, que realizar-se no dia 26 de janeiro, com local a ser definido ainda nesta semana.


Erivelton, coordenador da FOUR WORLD, Banda organizadora do Grito em Sinop, destaca a importância de municipios pólos do interior participarem destas ações e do Circuito Fora do Eixo, pois agiliza os contatos e gera intercâmbios entre os festivais que estão mais à margem da cena indie brasileira. É um movimento que vem crescendo muito em nossa música. São muitos festivais, são novas bandas e novos selos que estão surgindo com entusiasmo e profissionalismo, além de promover debates e provocar encontros entre produtores e bandas. Quebrando barreiras geográficas, aproximando os interesses, agindo de maneira séria para criar um mercado próprio. A cultura Urbana de Sinop precisa ser atenta a estas técnologias, finaliza Erivelton.


Em Mato Grosso, Cuiabá, Várzea Grande e Sinop sediarão o evento.


Projeto de lei quer criar bolsa-estupro

Projeto de lei em tramitação no Congresso pretende combater o aborto em gestações resultantes de estupro - prática permitida no Brasil desde o Código Penal de 1940 - com base em um pagamento pelo Estado de um salário mínimo para a mulher durante 18 anos. A idéia, conhecida como "bolsa-estupro", pretende, nas palavras de um dos autores do texto, o deputado Henrique Afonso (PT-AC), "dar estímulo financeiro para a mulher ter o filho".
A idéia de subsídio para grávidas vítimas de violência sexual está também no projeto do Estatuto do Nascituro - texto que torna proibido no País o aborto em todos os casos, as pesquisas com células-tronco, o congelamento de embriões e até mesmo as técnicas de reprodução assistida, oferecendo às mulheres com dificuldades para engravidar apenas a opção da adoção.
A proposta do deputado inclui ainda outro item bastante polêmico, que prevê que psicólogos, pagos pelo Estado, devam atender essas mulheres para convencê-las da importância da vida, fazendo com que elas desistam do aborto. "
O psicólogo comprometido com a doutrina cristã deve influenciar a mulher e fazer com que ela mude de opinião", defende Afonso. No entanto, o Código de Ética da profissão proíbe ao psicólogo, no exercício de suas funções, "induzir a convicções políticas, filosóficas, morais, ideológicas, religiosas, de orientação sexual".
Na justificativa do projeto, o deputado diz que "se, no futuro, a mulher se casa e tem outros filhos, o filho do estupro costuma ser o preferido. Tem uma explicação simples na psicologia feminina: as mães se apegam de modo especial aos filhos que lhes deram maior trabalho".
Confiram a reportagem na íntegra em http://www.estadao.com.br/

8 de jan de 2008

Grito Rock será promovido em 50 cidades em 2008


por Marielle Ramires I da Cubo Comunicação

De 22 cidades para 40 já confirmadas. Do Brasil para a América do Sul. Daí já se vê o salto que o Grito Rock, maior festival integrado de música da América Latina, dará em 2008, quando mais uma vez as marchinhas de carnaval abrirão espaços aos riffs das guitarras do Oiapoque ao Chuí e do Brasil à América do Sul.


As datas serão de 25 de janeiro e 09 de fevereiro, em mais de 15 estados brasileiros, sem contar a Argentina e o Uruguai, países vizinhos que elevam o GR à categoria de internacional.


As inscrições já se encontram abertas. Para participar, as bandas interessadas devem enviar três faixas em mp3 com fotos de divulgação e release para os contatos disponíveis no site www.gritorock.com.br .


A expectativa é que a mais de 500 bandas componham o set list de atrações do GR. Muitas, inclusive, já planejam turnês interestaduais tal como fizeram algumas bandas na edição de 2007.


Para Pablo Capilé, do setor de planejamento do Circuito Fora do Eixo, até o dia 10 de dezembro, data de encerramento da maior parte das inscrições em todo o Brasil, mais de dois mil materiais de bandas deverão ser recebidos.


Números - Além da expectativa no que tange ao número de bandas envolvidas nas programações das dezenas de festivais, o Grito deve movimentar e muito a economia do mercado da música independente em todo o país.


Estima-se que mais de 100 produtores estarão envolvidos na realização das produções, e outras dezenas de selos independentes, coletivos e produtoras atuantes no setor. Sem contar os veículos de comunicação alternativos envolvidos na divulgação dos festivais em âmbito local e nacional.


Capilé informa que um levantamento está sendo realizado pelo núcleo central de comunicação do GR, e até o dia 15 de dezembro, os números completos da produção serão revelados.


Sobre o CFE – O Circuito Fora do Eixo é uma rede de trabalhos concebida por produtores culturais das regiões centro-oeste, norte e sul em dezembro de 2005, e que integra mais de 20 federações brasileiras.


A proposta é promover o estimulo à circulação de bandas, produtores e selos, a distribuição de produtos culturais e a produção de conteúdo para todas as mídias. Dezenas de Festivais, selos, coletivos, produtoras, sites, blogs, casas de shows e bandas, já fazem parte da rede.


Como fruto do trabalho é inegável a força que o Circuito Fora do Eixo vem ganhando pelo país com a produção de várias atividades culturais, objetivando a consolidação de um circuito auto-sustentável.


Conquistando adeptos por onde passa, o Fora do Eixo se torna um legítimo movimento social jovem, cultural e contemporâneo.

7 de jan de 2008

Lançamento Nacional do Livro Falcão Mulheres e o Tráfico

Fonte: Fernanda Quevedo
O livro de Celso Athayde e Mv Bill que já foi pré-lançado em alguns estados do país, como Rio de Janeiro e Mato Grosso, será lançado nacionalmente agora em janeiro.
O lançamento, ainda com data indefinida será feito entre outros lugares, em presídios femininos. Segundo Celso Athayde o livro tem que atingir todas as mulheres, e as que estão nesses lugares são as únicas que não podem vir até nós, então nós iremos até elas.

“Falcão: Mulheres e o tráfico” foi pré-lançado em dezembro no município de Sinop, com sucesso de público e resultados. A ação foi do Núcleo de Projetos Maria Maria, (confira em http://www.maria-mariamt.blogspot.com).
O Núcleo de Projetos Maria Maria também já esta organizando o primeiro encontro de mulheres, paralelo ao seminário nacional da CUFA, que será em abril, também sem data definida. Em breve mais informações.

2 de jan de 2008

CUFA se reúne com Administração Municipal, Deputado, Imprensa e Organizações de Classe

Na manhã do dia 31 de dezembro de 2007, a CUFA de Sinop, representada pelo Núcleo de Comunicação esteve presente no Café da Manhã, oferecido pelo Prefeito Nilson Leitão, a toda imprensa local, organizações de classe, parceiros e funcionários da Prefeitura Municipal.

Durante o café, o Prefeito agradeceu a CUFA e as outras organizações, pelos trabalhos prestados as comunidades do município, e a imprensa por fazer o elo das ações do município, levando sempre informação séria a toda população.
O prefeito também destacou no balanço que fez que foi 2007 um ano de superação, com relação às políticas culturais, sendo parte das ações empreendidas pela CUFA MT, agradecendo ainda pelo bom relacionamento que teve com políticos de diferentes bancadas, no cenário estadual e federal, onde foram fundamentais para a garantia desta superação.

Neste inicio de 2008 a CUFA MT já começa a se articular com as bancadas parlamentares buscando recursos e capacitação para a implementação de novas ações culturais.

Maria Maria Cidadania - A primeira ação do ano

Maria Maria é um projeto que visa o desenvolvimento político das mulheres que vivem nas periferias do Brasil. Ousado ou não, esse é o objetivo de mais uma ação da Rede Cufa – Central Única das Favelas.

A proposta é não estabelecer conceitos e fórmulas acabadas para esse desenvolvimento político, pautando nossas ações na troca de experiências entre a comunidade e a Cufa.

Para 2008, além do lançamento nacional, previsto para março, o Núcleo Maria Maria já começa a fazer parcerias no sentido de viabilização de seus projetos tendo como parceira a SEPPIR - Secretaria de Políticas de Promoção de Igualdade Racial.

O projeto Maria Maria Cidadania será a primeira ação social do ano e tem por objetivo o protagonismo social da mulher da periferia.

Nega Gizza, que é a conselheira nacional do Núcleo, lembra que as mulheres devem incentivar uma as outras e criar as suas oportunidades.

As atividades estão previstas para começar logo depois do lançamento nacional.


Para mais informações, acessem: http://www.maria-mariamt@blogspot.com/ e http://www.cufamt.org.br/