30 de set de 2008

CUFA SINOP DEBATE A IMPORTANCIA DO PROTAGONISMO CULTURAL EM PEIXOTO DE AZEVEDO

Proposta pelo grupo de trabalhos PARCERIA FORTE, a sociedade de Peixoto de Azevedo, localizada no extremo norte de Mato Grosso, se reuniu para discutir políticas publicas culturais. O Encontro aconteceu neste domingo (28/09), no Centro Cultural da cidade e em uma roda livre de troca de idéias, o coordenador da CUFA – Central Única das Favelas de Sinop, utilizou a oportunidade para socializar o processo de mobilização cultural, a criação de um fórum permanente de cultura e a integração entre segmentos culturais, que vem promovendo na cidade de Sinop e que vem sendo de bom grado para todo o público e absorvendo melhores resultados para todos os envolvidos, desde artistas, produtores, agentes e comunicadores. A sociedade peixotense se mostrou preocupada quanto a situação da Cultura local, e concordaram na sua grande maioria que o processo deve ser de mobilização dos segmentos, para que de forma conjunta e com mobilização de artes e forças buscarem construir ações efetivas que melhorem este cenário cultural. Porem mostraram uma grande necessidade de uma organização com objetivos macros e multi-culturais, para buscar criar este fórum, esta integração, e a troca de tecnologia. expuseram que o Parceria Forte vêm muito fazendo pela cultura local, porem não é um organização constituída, é apenas um grupo de amigos formados por Mano G, Mano B.boy, Rapper Paulinho e B.Girl Raylene. Outra proposta foi a de que a Cufa, junto ao Município de Peixoto de Azevedo, possam exercer o principal papel na cidadania que é o de inclusão social, inclusão digital, através de ações ligadas a Esporte, Arte, Cultura, Turismo, Trabalho e ações de prevenção da violência em suas diversas expressões.

Anderson Maciel ressaltou que será um grande orgulho ter a CUFA na cidade de Peixoto, haja vista que é a sua cidade natal e assim sabe na pele o quanto se faz necessário ações como as que a CUFA exerce em uma cidade que tanto foi usurpada pelos seres humanos e indagou ainda que repetiria ali uma fala da Presidente Nacional da CUFA, Karina Santiago que "A CUFA se faz prática nacional a partir do momento em que não existe uma identidade jurídica que nos faça uma organização, mas sim existem várias organizações que vão desde OSCIPs, ONGs, Associações, Grupos de Jovens, Grupos Artísticos, Grupo de Mães que se adaptam e aderem a esse movimento social que tem como filosofia e missão atuar para que os negros, e pessoas de origem popular sejam jovens, homens, mulheres e crianças das favelas brasileiras possam se empoderar dos seus direitos e ter uma melhor qualidade de vida".

2 comentários:

chrystian (ABAF Matupá) disse...

Onde que eu posso entra pra conferir as fotos do evento que a Cufa realizou em peixoto??
eu sou um dos integrantes da trinka ABAF Matupá..akele time de verde que zuo com os outros no evento
flw e abraço a todos da Cufa !

exquadrilha da fumaça disse...

kkkkk
zuooo quem???
tu ta di brinkadera!!!
soh pode
aushaushasuh
tu tava de vagar chrystian