28 de mai de 2009

Conselho de Cultura realiza 3º Reunião Extraordinária

Por: Washington Nascimento
Na ultima sexta, 22 de maio, o Conselho Estadual de Cultura, realizou a 3º reunião Extraordinária para debater alguns critérios e funcionamento da estrutura da Instituição.

Quem esteve presente, pode se inteirar sobre a atuação do Conselho, através de workshop que trouxe apresentação da regulamentação do Conselho (Lei nº. 9.078/2008 e o Decreto nº.1.847/2009).
Entre os assuntos discutidos no encontro destaca-se:
* a apresentação aos conselheiros de noções sobre o sistema de prestação de contas e definição do calendário de reuniões ordinárias para o ano de 2009,
* a possibilidade de iniciar a divulgação dos projetos reprovados em 2009 pela análise técnica, assim como a prestação de contas dos projetos analisados e relatados pelo Núcleo Sistêmico.
* discutido ainda a necessidade de readequação e reformulação do Regimento interno do Conselho.
Ainda de grandia valia a oportunidade dos conselheiros em indicar pontos que consideram necessários ser discutidos, como á Lei 9.078 e a participação deles na análise dos Projetos, ganhando o compromisso do Presidente do conselho, Johny Everson, em retomar em uma outra reunião os assuntos discutidos e posteriormente apresentados à Secretaria de Estado de Cultura.

21 de mai de 2009

Confresa Quer Cultura

Produtores Culturais articulam manifestação para criação de um departamento específico

Por Fernanda Quevedo
Fotos de Leandro Nascimento

funcionários da Prefeitura dificultando a mobilização

Os produtores Culturais do município de Confresa estão se mobilizando desde inicio do mês, em uma campanha batizada de “Confresa quer Cultura”. O fato é que desde que Gapsar Lazari, assumiu a prefeitura, nenhuma pasta direcionada a Cultura foi criada, e concomitantemente, nenhum recurso pode ser destinado a projetos culturais.

A campanha tem o apoio do vice-governador do Estado, Silval Barbosa (veja o vídeo AQUI!), que em entrevista, declarou que o Estado tem vários incentivos e acredita que uma pasta da Cultura é de fundamental importância social.

Quem também apóia a campanha é o Secretário Estadual de Esporte e Lazer, Baiano Filho: “Gaspar Lazari (PPS) é uma pessoa que começou administrar agora e que é muito inteligente para entender essa mobilização e que com certeza vai recolocar a pasta da Cultura”, afirma o Secretário.

A mobilizaçã
o:

logomarca da campamnha

Na ultima sexta-feira (15) a mobilização dos produtores culturais de Confresa se intensificou, com panfletagem nas ruas da cidade de Confresa, e no evento no Point Ball Sport Club onde esperava a chegada do Governador e sua comitiva.

Foi colocada uma faixa com os seguintes dizeres: “Governador é justo Confresa não ter Cultura? Confresa quer Cultura”, eo material de divulgação explicava a importância da Cultura e o importante trabalho que o Governo do Estado vem dando através dos incentivos, mas, porém Confresa está impossibilitada de receber esses incentivos, por falta da pasta especifica, do fórum de cultura e do conselho municipal de cultura.

A faixa, porém, foi arrancada pelos funcionários da prefeitura antes mesmo do governador chegar, após os integrantes do movimento “Confresa Quer Cultura” se negarem retirar a mesma do local: “o evento é público toda a população pode participar e a nossa movimentação é pacifica, não vamos retirar a faixa, pois estamos buscando um direito negado”, disse Aurélio Coelho um dos integrantes da mobilização.

“A mobilização foi pacífica, e todos buscam um mesmo ideal, o fortalecimento Cultural de Confresa, e não só do nosso município, mas também da região. Em reunião com o Silval (vice-governador) ele mesmo afirmou que essa região tem peculiaridades muitos interessantes de serem trabalhadas e que o governo interiorizou a cultura através de vários projetos, basta nos organizarmos como pessoas civilizadas que somos e buscarmos um entendimento. Esperamos que o prefeito realmente entenda o que queremos e venha somar conosco”, disse Leandro Nascimento, coordenador da Central Única das Favelas em Confresa.

9 de mai de 2009

É hoje abertura oficial das oficinas culturais, e inauguração da Casa de Cultura em Sinop

Por: Cíntia Michelli


A programação será realizada neste sábado (09/05), na Praça União do Bairro Jequitibás a partir das 14 horas, o evento contará com a apresentação dos B.Boys e B. Girls, roda de Capoeira, e uma simbólicas homenagem a todas as mães presentes felicitando as pelo seu grande dia comemorado (10/05), estará presentes também autoridades locais e estaduais, tais como a do Presidente Estadual do Conselho de Igualdade Racial Pedro Reis e do Secretário Muncipal de Cultura Ozéas Veras e da Vereadora Leozenir Severo.

Você é o nosso convidado (a) a prestigiar com mais esta grande conquista a inauguração da CASA DE CULTURA, e a abertura oficial das oficinas culturais.

6 de mai de 2009

OFICINAS DA CUFA SINOP INICIAM NESTE SABADO COM LANÇAMENTO DA CASA DA CULTURA COMUNITÁRIA

Por: Cíntia Michelli


Foto ilustrativa


Está confirmado para este sábado ( 09/05) ás 14:00hs a tão esperada abertura do catálogo das oficinas culturais oferecidas pela CUFA (Central Única das Favelas), e da transformação da sede da CUFA em uma verdadeira CASA DE CULTURA COMUNITÁRIA.


O evento contará com a presença das autoridades locais e estaduais, tais como a do Presidente Estadual do Conselho de Igualdade Racial Pedro Reis e do Secretário Muncipal de Cultura Ozéas Veras e da Vereadora Leozenir Severo.


No decorrer da programação será feita a abertura oficial das oficinas culturais da CUFA e o Núcleo Maria Maria fará uma homenagem a todas as mães presentes, felicitando-as pelo seu dia que será comemorado no dia (10/05), o evento também contará com a apresentação dos B.Boys e B. Girls e roda de Capoeira.


A Casa de Cultura, não é apenas uma área que abrigará objetos. É uma área que reúne cultura de diversas formas, como exposições, biblioteca e outros.Será um local aberto à população em geral com o objetivo de reunir as pessoas interessadas em cultura, manter um constante incentivo à criação e descoberta de arte, difundir a cultura entre a população, informando-as sobre suas diversas formas.


Tornando assim um importante meio de construção de valores, identidades pelo qual a comunidade possa usufruir de uma existência intelectual, moral e afetiva, na medida em que as atividades culturais estimulam a imaginação, a auto-estima, a sensibilidade, as capacidades críticas e criativas através da leitura.


A programação será realizada neste sábado (09/05), na Praça União do Bairro Jequitibás a partir das 14 horas e você é o nosso convidado (a) a prestigiar mais esta grande conquista para as comunidades populares sinopense.

5 de mai de 2009

Inscrições de oficinas culturais continuam abertas

Por: Cíntia Michelli
Fazendo do Nosso Jeito

A CUFA Central Única das Favelas, continua com as inscrições abertas das oficinas que serão oferecidas gratuitamente para crianças e adolescentes de 07 à 17 anos de idade.

Oficinas Oferecidas:

*Axé;
*Basquete de Rua;
*Breaking dance;
* Capoeira;
*Graffite;
*Manobras de Bike;
* Teatro;

O objetivo geral da realização destas oficinas é de oportunizar as crianças e adolescentes atividades culturais e de lazer fazendo assim com que amplie-se o número de jovens incluídos na comunidade através da diversificação cultural. Tendo sempre em mente que a cultura não é apenas algo que dá prazer, e sim que entretém o ser humano e que se configura como uma importante forma de inclusão social e cultural de segmentos à margem da sociedade.

As inscrições serão realizadas na sede da CUFA das 07:00 ás 11:00hs e das 13:00 ás 17:00hs,
situada na Av. Jequitibás,s/n°- anexo a Praça União Bairro Jequitibás.
Para mais informações entrem em contato com o Fone: (66) 9903 - 4650

Centro de formação em Economia solidária é lançado em Cuiabá

Por: Fernanda Quevedo
Foto ilustrativa

Desde o dia 28, a CUFA está participando do lançamento do Centro de Formação de Economia Solidária (CFES) em Cuiabá. A solenidade de lançamento aconteceu na sede dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (SINTEP), e coordenadores da CUFA Cuiabá, Paulo Ávila, Sinop, Anderson Maciel, Confresa, Leandro Nascimento e Rondonópolis, Simone Ribeiro, estiveram presente. O lançamento também foi uma espécie de planejamento das ações do centro.

O CFES atuará como mobilizador de empreendedores, bem como formador de multiplicadores de empreendedores que atuam com o viés da economia solidária. Só nesse ano, o centro formará 40 multiplicadores em 20 municípios que compõem a região de Mato Grosso que compreende a Baixada Cuiabana, Cáceres, o Norte, Médio Norte, Tangará da Serra, Rondonópolis, Araguaia e ainda Juína.

A CUFA que faz parte do Conselho do CFES atuará como articuladora das regiões e também com assessoria de impressa do Centro. Segundo Leandro Nascimento, coordenador da CUFA Confresa, “o encontro foi válido, pelo aprendizado adquirido, pela troca de saberes proporcionada, com isso vemos uma nova gestão da economia estadual que poderá resolver as problemáticas da dita ”Crise” econômica, assim também contribuímos com uma grande mutação na economia nacional e mundial, tirando de vez o “S” da crise e simplesmente criando oportunidades reais para todos os envolvidos e engajados para fazer um trabalho em conjunto e solidário, crie e a vontade” disse.