9 de dez de 2008

Central Única das Favelas no Lançamento da 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública

Por: Cláudia Maciel

A Central Única das Favelas esteve presente no Lançamento da 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública, no Palácio do Planalto, no dia 09 de dezembro de 2008. Um evento que contou com a presença dos Ministros Tarso Genro e Dilma Roussef, vária autoridades militares e governamentais e o representante da Sociedade Civil e Presidente de Honra da Central Única das Favelas, Mv Bill.
O programa que tem investimento de mais de 50 % do orçamento do Ministério da Justiça para a Segurança Pública com transversalidade nos Direitos Humanos, pensa na mudança da estrutura da segurança com prudência, sensatez, porém muita ousadia. Em uma expressão mais filosófica "É um portal que se abre nesta geração - a oportunidade da criação de uma ambiência saudável"
Em sua explanação, Mv Bill lembrou dois episódios que o incentivam na luta pela reconstrução das entidades militares, governo e familiar: O primeiro, aos seus 14 anos no dia em que comemoravam os 100 anos da abolição da escravatura. Aparecia no jornal uma foto com 14 homens sendo amarrados por policiais como na época da escravidão, e a outra, os processos que a dupla (Celso Athayde e MV Bill) respondem até hoje por apologia ao crime e associação ao tráfico. Resquícios ainda da autoria na produção do documentário Falcão Meninos do Tráfico, um trabalho reconhecido internacionalmente como um marco no avanço da problemática da violência, porém no Brasil a compreensão não é a mesma.

O Ministro da Justiça, Tarso Genro, que assumiu o ministério com a incumbência de fazer um pacto com os governos estaduais para desenvolver um programa nacional de segurança pública, conta com o apoio dos ministros do Planejamento, Fazenda e Casa Civil, e diz que este programa será muito mais que uma manutenção de recursos, será um aporte inédito para a segurança.

Estiveram presentes também no evento Celso e Marilza Athayde, Jane Carvalho, Manoel Soares e toda a base da CUFA no DF.

Nenhum comentário: