18 de nov de 2009

Consciência na Mesa - Curso de Economia Solidária

Por Katiana Pereira
O curso de Economia Solidária foi realiado nos dias 12 e 13 de novembro, nas dependências do Campus da Unemat Sinop (Universidade Federal de Mato Grosso). O evento foi promovido pela Cufa (Central Única das Favelas) e do e do Centro de Formação em Economia Solidária da Região Centro-Oeste.
O Ecosol foi uma das dinâmicas de trabalho da Prêvia do Festival Consciência Hip Hop em Sinop. Durante os dois dias foram realizadas várias oficinas, palestras e atividades interativas, para mostrar aos participantes a necessidade de uma economia solidária na atualidade.

Economia Solidária é uma forma de produção, consumo e distribuição de riqueza centrada na valorização do ser humano - e não do capital - de base associativista e cooperativista, voltada para a produção, consumo e comercialização de bens e serviços, de modo autogerido, tendo como finalidade a reprodução ampliada da vida.





Toda a comunicação foi sobre as vias de resolução das desigualdades. Sustenta que as iniciativas com essa finalidade necessitam conter medidas redistributivas da renda e visar à ativação econômica dos setores empobrecidos, por ser a forma mais indicada para gerar efeitos benéficos sobre a eqüidade e sobre o desenvolvimento social e econômico.

Buscando confrontar essa linha de entendimento com seus intentos de implantação, o trabalho apóia-se em bibliografia e em dados recenseados para examinar questões suscitadas em torno de dois modelos de ação, distintos entre si como propostas de intervenção, mas ambos direcionados à ativação das capacidades produtivas dos setores economicamente desfavorecidos.

De um lado, os programas convencionais de apoio ao empreendedorismo de pequeno porte, direcionados ao desenvolvimento de competências individuais, no contexto de pequenos negócios. De outro lado, a via mais recente representada pela economia solidária, com o surgimento de empreendimentos associativos e dos respectivos programas de apoio, identificados com a metodologia das tecnologias sociais.






É importante resaltar que a economia solidária tem sido apontada como uma alternativa inovadora e eficaz de criação de postos de trabalho, geração de renda e combate à pobreza.

Nenhum comentário: