29 de jul de 2010

CINECUFA 2010




- DA PERIFERIA PARA O MUNDO -

O CineCufa é um Festival Internacional de Cinema, organizado pela Central Única das Favelas (CUFA), que exibe somente produções criadas por moradores de favelas, promovendo inserção e visibilidade de novos produtores no mercado de exibição.

QUANDO ACONTECERÁ?

A quarta edição do CineCufa acontecerá de 24 de agosto a 05 de setembro, no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB).

DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 2010:

O ator, cineasta e roteirista Zózimo Bulbul é o grande homenageado desta quarta edição do CineCufa. Zózimo transita nas áreas do cinema e televisão. Como ator iniciou a carreira no Centro Popular de Cultura, da UNE. Na TV, foi o primeiro protagonista negro de uma novela brasileira, fazendo par romântico com Leila Diniz em "Vidas em Conflito" e também atuou na novela “Xica da Silva”, entre outras. No cinema dirigiu “Abolição” - filme premiado no exterior – “Dia de Alforria”, “Pequena África” e participou como ator do “Cinco Vezes Favela”. Zózimo Bulbul é o fundador do Centro Afro de Cinema. A homenagem acontecerá na festa de abertura do Festival seguida de depoimentos de amigos e familiares e com a presença do próprio.

QUAIS FILMES SERÃO EXIBIDOS?

Na grade deste ano, temos a satisfação de apresentar a inédita novela “Em Busca da Vida”, roteirizada e protagonizada por garotos indígenas (Aymaras e Quechuas) de La Paz, Bolívia. A produção é assinada pela ONG Shine-a-Light, coordenado por Kurt Shaw, uma instituição internacional que atua em diferentes países da América Latina a diversos grupos que por muitas vezes são desfavorecidos pela indústria, como os indígenas, crianças de periferia, ex-guerrilheiros colombianos, entre tantos outros. A instituição também oferece a oportunidade de inserção de jovens no audiovisual, e ao apresentar uma novela no CineCufa provam que não há limites quando a vontade de realizar se faz presente.
Além da novela boliviana esse ano o CineCufa terá filmes vindos de diversos países como: Holanda, Estados Unidos, Portugal, México, França e Alemanha. Oficinas e companhias de audiovisual e ONGS de todo o Brasil.


DEBATES COM PROFISSIONAIS RENOMADOS DO CINEMA.
MARQUE PRESENÇA:

Dia 24 de agosto: “5X FAVELA, AGORA POR NÓS MESMOS” EM DEBATE

O longa-metragem “5x favela” é formado por cinco histórias independentes entre si, cômicas e trágicas, que refletem as múltiplas faces do cotidiano dos moradores das favelas e fogem dos estereótipos violentos que costumam se perpetuar na representação da vida nas comunidades. Os diretores se reúnem para um debate franco e direto, levantando questões relativas acerca da produção do filme.
Mesa: Cacau Amaral, Cadu Barcellos, Luciana Bezerra, Luciano Vidigal, Manaíra Carneiro, Rodrigo Felha, Quito Ribeiro e Wavá Novais.
Mediador: Cacá Diegues

Dia 26 de agosto: CINEMA, TV e CELULAR

É filme por que está no cinema? E quando vende para a televisão, é programa? Filme no celular pode? Ou é vídeo? As novas formas de se produzir audiovisual, as plataformas de mídia e o modo pelo qual o espectador vem acompanhando esta transformação é itinerante. O debate pretende discutir a estética dessa conjunção e destacar se há um limite para cada termo.

Mesa: Arthur Omar e Luiz Antônio Pilar
Mediadora: Maria Arlete Gonçalves


Dia 31 de agosto: PROFISSÃO ROTEIRISTA

O objetivo dessa mesa é trazer à tona questões pelo ponto de vista in loco, pois a maioria dos roteiristas de cinema ainda trabalha no risco, e para receber “a posteriori”, o que os obriga a fazer o trabalho nas horas vagas de outras tarefas profissionais, e sem certeza se serão remunerados. Este debate pretende percorrer os desafios criativos e financeiros enfrentados por autores e roteiristas; e a trajetória rumo à profissionalização.
Mesa: Matheus Souza e Eduardo BR
Mediador: Jorge Duran

Dia 2 de setembro: LIMITES DO DOCUMENTÁRIO

Pode-se afirmar que a ética está presente em todas as fases de trabalho delineando o limite do filme. Este debate pretende discutir a questão e também abordar outro fator candente em documentário: será aceitável embelezar a miséria e a violência, ou seja, transformar o sofrimento alheio em veículo comercial, sem cair numa relação abusiva com o real.
Mesa: Rodrigo Pimentel e MV Bill
Mediador: Anderson Quak


ASSISTO AOS FILMES E VOTO NO MEU PREFERIDO

O festival é democrático, o público vota e escolhe o melhor filme. Ainda tem o prêmio “Estado do Rio de janeiro - Na tela da favela”, oferecido pela Secretaria Estadual de Cultura do Rio de Janeiro, com o objetivo de premiar os melhores filmes nas categorias:

- Melhor Filme - Júri Especializado
-Melhor Documentário - Júri Especializado
- Melhor Filme – Júri Popular

ASSISTO A FILMES EXCLUSIVOS E AINDA GANHO COM ISSO?
Os mais assíduos que forem ao CineCufa ganharão passaportes para curtir um cinema de graça em qualquer sessão da Rede UCI Cinemas até 31 de dezembro.
NÃO ESTAREI NO RIO DE JANEIRO, VOU PERDER?
Claro que não! Se você não estiver no Rio de Janeiro no período do CineCufa, não se preocupe, pois nesta quarta edição o canal de internet ELO COMPANY, líder em distribuição de conteúdo audiovisual pela internet, exibirá a versão on line do festival paralelamente a mostra no CCBB. O canal fará uma votação popular premiando o filme vencedor com uma câmera de vídeo.

Terças e Quintas: 1° sessão: 18h, Debate às 19h
Quartas e Sextas: 1° sessão: 15:30h, 2° sessão: 18h
Sábados e Domingos: Sessão única: 17h


CONTAGEM REGRESSIVA...

Todo o mundo se encontra no CineCufa!
http://www.cinecufa.com.br/

Um comentário:

Floresta em Alta disse...

Olá, fazemos parte do cineclube Floresta de Alta Floresta e estamos tentando comunicar com outros cines e pontos de cultura para afim de conhecê-los e ampliar a nossa rede cineclubista. Acesse o nosso Blog www.florestaemalta.blogspot.com
obrigado
um forte abraço


Marcelo Moreira Bazílio
Cineclube Floresta
Diretor de Documentação e Produção
www.florestaemalta.blogspot.com
www.mvmob.com.br/mbazlima
Contato:
(66) 9234-6709
msn: marck_mbaz@hotmail.com
Skype: marcelo.moreira.bazilio

Alta Floresta - Mato Grosso