21 de dez de 2006

PRECONCEITO?

A Central Única das Favelas – CUFA do município de Sinop, desde o principio do ano de 2006, realiza uma grande parceria com a Escola Estadual Paulo Freire, com trabalhos ligados aos 04 elementos da cultura hip hop, com intuito de remanejar as crianças das ruas para dentro das salas de aulas, e ainda aproveitar de forma mais eficácia seu comportamento e desempenho, tanto dentro da sala de aula como no próprio convívio familiar. Resultados positivos vem sendo obtidos dentro de todas as ações.

A grande ação mais recente, e digamos que mais trouxe alegria e muita disposição aos alunos e ate mesmo a professores, foi a disponibilização da CUFA de Cuiabá do Graffiteiro Pack e do Graffiteiro Snarf, onde realizaram um grande Work Shop para as crianças da escola citada.

Pack e Snarf, promoveram um trabalho interativo e descontraído, onde todos puderam estar a vontade, e deixaram sem duvidas a semente do Graffite plantada aqui em Sinop, vale ressaltar ainda que realizaram um belíssimo trabalho no Viaduto, considerado cartão postal da cidade e um importante trabalho de capacitação de instrutores.

Tudo muito lindo, tudo muito bem, mas um fato irrisório e sabotador, aconteceu a poucos dias, onde vândalos picharam no trabalho realizado pelos Graffiteiros e pelos Alunos da Escola Paulo Freire, os mesmos graffitaram uma frase dizendo, (HIP HOP PAULO FREIRE), e apenas as palavras que vinham dizendo Hip Hop foram pinchadas, sem duvidas é um ato ilícito, e que repudiou a todos, tanto alunos, professores, instrutores quanto a comunidade em geral.

O Movimento Negro de Sinop, que desde o principio é parceira da CUFA de Sinop, sentiram-se indignados e tomamos como ato de preconceito e racismo, nos sentimos verdadeiramente indignados, e como pode existir alguém sem sentimentos e inteligência, para cometer um ato deste.

Abaixo confira fotos do inicio do trabalho, o trabalho pronto e após o estrago.




E VOCÊ CIDADÃO BRASILEIRO ACHA ISSO PRECONCEITO?

9 comentários:

Huan (Sobre Ordem) disse...

Que tentem! Mas não vão conseguir segurar a correnteza com uma peneira! Hip Hop vive no olho do furacão desde o início, e hoje como uma arma quimica não há quem impéssa nossa cultura... os frutos estão aí todos vêem a massa, e os covardes temem, pois fazemos acontecer!

Everton disse...

Muito de espanta tal ato de vandalismo... Muito me espanta que tal ato, em pleno século,
XXI ocorra em nossa sociedade, chegamos ao tempo, de que devemos nos unir, em busca de uma igualdade de raças, cores, credos.
Ao meu ver, tenho convicção plena, de que isso não passou de um ato "podre" de vandalismo, de pessoas incomodadas com o sucesso da CUFA Sinop, bem como com o trabalho que a mesma vem ofecerendo e/ou realizando em nossa sociedade, inveja que por sua vez gerou tal ato...
Mas tenho certeza, de que tal ato, é apenas um motivo a mais, para que mostrássemos a superioridade da cidadania, do respeito, do companheirismo e do reconhecimento da nossa própria cultura, sentimento esse aflorado pela CUFA Sinop.
Felicidades de consciência a todos!!!

packnolé disse...

em primeiro lugar gostaria de dizer que atos como este são muito frequentes em São
Paulo. sendo o graffiti uma arte de rua, acaba sendo uma arte efêmera tbm, pois estando na rua fica sujeita a qualquer intervenção e atitudes como essa. mas sendo São Paulo do tamanho que é, e contendo tantos graffiteiros, logo é feito outro trabalho (graffiti) e assim a cidade vai recicalndo-se visualmente. porém o triste da história é saber que sinop ainda não possui graffiteiros e que na opurtunidade que teve de conceber os primeiros graffitis da cidade já acontece isso... mas que essa seja uma atitude de incentivo e motivação para aqueles que hj jah fazem parte da cultura hip hop, provarem seu verdadeiro valor. e respeitando sempre... paz

Letícia disse...

Como já dizia Eistein: "É mais fácil quebrar um átomo do que o preconceito..."..Ele sempre existiu e sempre vai existir..é uma tendência humana..todos de alguma forma, já sofremos preconceito ou fomos preconceituosos de alguma forma...a diferença está em como lidamos com isso..realmente isso nos deixa indignados, mas justamente a CUFA Sinop quer passar a mensagem de solidariedade e humanidade, e esse ato com certeza não vai fazer nenhuma diferença...pq o preconceito nada mais é do que medo...

dj kbção disse...

é de tristeza ver um ato como esse,desse covardi que fez isso,esse sim precisa aprender muito e vai sofrer muito com preconceito,ele pode ate nao mostrar a cara mas vai sentir por dentro ,pois ele vai ver, mais e mais artes pela ruas de sinop,a falta de respeito desse com hip hop vai lhe custar um preço que so ele vai sentir,por que a rapaziada ai da cufa sinop nao vao deixar quieto eu sei disso,vao procurar fazer outra arte dessa e to ligado que muitas pessoas ai de sinop estao com eles... ai rapaziada é triste ,mas sei que a força voces nao perderam e nao vao perder numca...
estamos com voces...

DEMONSTRO a cara de rondon

Graciele (CUFA SINOP) disse...

Galera nao to num dos meus melhores dias pra falar desse povinho mas nao da pra passar em branco né...Entao seguinte.. "O q agente faz é muito mais do q só falar" Entao cara, pros pilantras q tao tentando atravessar vai um recado: Nós (CUFA SINOP)estamos aki pra trampar pelo coletivo, pra fazer um trabalho de responsa atravez do hip hop, entao cara, nao tenta atravessar nao, porq quem pode nos parar é so Deus... Aí, só a título de conhecimento...o trabalho nao termina aki nao, ele vai além, nós somos "multiplicadores" ta ligado, então é melhor nem perder tempo tentando nos parar...Anderson, ta valendo amigo, é nóis!!!

Marielle Ramires disse...

A luta só deve se fortalecer quando exemplos como esse são desencadeados. Pois bem, é exatamente essa que é a força que nos motiva pra batalha em prol de condições mais igualitárias pra pobres, negros, mulheres, enfim, pra essas "minorias". Abraço grande pra todo o pessoal da Cufa Sinop, que com seu trabalho ousado e corajoso, vem desbravanto espaços em uma cidade que em sua criação teve princípios tão reacionários.

B.Boy lagartixa Cufa-SInop disse...

Galera, com certeza temos que tomar providências, não podemos deixar passar batido. um forte abraço a todos !!!

Meire-aprendiz-Cufa-Sinop disse...

A desigualdade social te faz apenas um reflexo do preconceito étnico vivenciado de épocas em épocas...

A influência racista(preconceituosa) imposta ou impregnada na alma daqueles que ditam regras ao seu próximo, sem que eles mesmos possam cumpri-las não passam de mera desilusões em suas realizações...

O racismo(preconceito) não se define por diferenças de cor, posição econômica, social, política ou religiosa, mas, sim na frustração de um ser individualizado que não se identifica com os valores naturais que cada ser humano possui.

Quando grupos isolados defendem suas teses, fazem nascer o racismo, produzindo a incompreensão entre as novas gerações que se perdem no passado de nossa história, não se sustentam no presente de nossa época e desacreditam que os sonhos do futuro se tornem reais...

Enquandoto a cor da pele for mais importante, que o brilho dos olhos...sempre ira existir o preconceito...o racismo!!

é isso ai galera...nao podemos nos calar..perante isso...!!!

um abraços há todos..."MEIRE"